Cartas de Organização

Cartas de Organização

O CNA inclui uma quantidade enorme de cartas e tabelas. Possivelmente as mais importantes são as Cartas de Organização, que mostram a estrutura organizacional de uma unidade (geralmente uma divisão).

Por exemplo, vamos ver a Carta de Organização da 25ª divisão de infantaria (italiana) "Bologna".

Neste momento, interessa ver que cada linha representa uma unidade, e o recuo do texto indica o nível organizacional da unidade. Assim, a divisão se compõe de um QG, dois regimentos (39º e 40º), e cinco unidades de apoio. Cada um dos regimentos, por sua vez, se divide em três batalhões.

A carta traz outras informações essenciais. A coluna "Counter Abbreviation" mostra qual é o texto na peça que representa a unidade. A última coluna, "Arrives", identifica a data de chegada da unidade ao teatro (no caso, toda a divisão chega no 1º Estágio de Operações do Turno de Jogo 24).

A coluna "ID Code" deve ser interpretada em conjunto com a coluna "TOE & Weapon Systems". Existem três Cartas de Características de Unidades (alemã, italiana e aliada), nas quais se encontram os códigos que aparecem na coluna "ID Code". Há uma série de informações nestas cartas, mas a que interessa neste momento é o "Maximum TOE". TOE (Table of Organization and Equipment) é uma expressão do léxico militar americano, que no CNA significa (frequentemente como "ponto TOE") a menor quantidade de homens e/ou equipamento em uma força militar. Ela corresponde, grosso modo, a uma companhia.

Consultando a Carta de Organização da 25 Bol, verificamos que o batalhão de infantaria I/39 tem o código "u". Conforme a Carta de Características de Unidades (italiana), uma unidade código "u" tem TOE máximo 7.

Voltando à Carta de Organização da 25 Bol, a coluna "TOE & Weapon Systems" indica que o batalhão I/39 tem TOE "N" — "normal". Juntando tudo isso, chegamos à conclusão que o batalhão I/39 tem 7 pontos TOE tipo "u" no momento da chegada ao teatro. O batalhão poderá sofrer perdas — por exemplo, em combate — que reduzem este número, e as perdas podem ser recompostas por pontos TOE de recompletamento. Assim, nas fichas do comandante, cada uma das unidades precisa ter anotado o seu valor atual de pontos TOE.

Algumas unidades podem constar na Carta de Organização com outros valores de TOE, abaixo ou acima do valor "N". Uma unidade que chegue com TOE "[email protected]" chega com 4 pontos TOE, e está abaixo do seu máximo (que depende de seu código). Uma unidade que chegue com TOE "[email protected]" chega com 10 pontos TOE, e está acima do seu máximo. Operações no jogo não podem fazer uma unidade ultrapassar seu TOE máximo, isso pode ocorrer apenas na chegada.

Na Carta de Organização da 25 Bol, podemos ver ainda anotações diferentes no TOE dos regimentos 39 e 40, da 25 companhia anticarro, e do 10º regimento de artilharia. Para interpretar estas informações, precisamos de mais uma carta, a Carta de Características de Canhões e Tanques (italiana). Vamos ver o caso do 10º regimento de artilharia: a Carta de Organização mostra que ele tem o código "kk". A Carta de Características de Unidades (italiana) mostra que este código corresponde a um batalhão de artilharia, e que as unidades deste tipo podem receber até 9 pontos TOE de artilharia, mais alguns pontos antiaéreos: ou três pontos AA pesados, ou três pontos AA leves.

Voltando à Carta de Organização, verificamos que o 10º regimento de artilharia tem 6 canhões 75/27, três canhões 100/17, e ainda incorpora 2 pontos AA pesados. Cada um destes três tipos de armas tem sua linha própria na Carta de Características de Canhões e Tanques (italiana), e vamos precisar combinar todas estas informações para descobrir os valores do 10º regimento — por exemplo, qual é a sua força de combate.

Previous Post Next Post


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License, except where otherwise noted.