Battlestar Galactica

Battlestar Galactica é um jogo baseado na série para TV de mesmo nome, que por sua vez baseou-se em uma série de TV de 1978. BSG é um jogo semi-cooperativo, no qual os jogadores tentam derrotar os mecanismos do jogo, ao mesmo tempo que lutam contra um ou mais traidores ocultos em seu meio.

Conforme à história da série, a humanidade acaba de ser atacada por uma raça de robôs, os cilônios. Para complicar as coisas, alguns modelos dos cilônios têm forma humanóide e são indistinguíveis dos humanos. Estes modelos infiltraram-se na sociedade humana e contribuíram grandemente para o holocausto nuclear que quase eliminou a humanidade.Mas algumas naves espaciais conseguiram escapar à destruição e, protegidas pela nave de combate Galactica, fugiram em busca da mítica 13ª colônia da humanidade — um planeta chamado Terra. É neste ponto que o jogo começa. A Galactica e um punhado de naves civis estão no espaço, em busca do planeta Kobol, onde descobrirão o mapa para a Terra. Em seu encalço estão as naves de combate dos cilônios.

Como funciona o jogo? Cada jogador controla uma das personagens protagonistas da série, cada um com poderes e desvantagens características. No início do jogo, cada jogador recebe uma carta de lealdade (secreta), que indica se ele é um cilônio ou um humano. Além disso, na metade do jogo, outra carta de lealdade é distribuída e um jogador pode descobrir que na verdade ele era um cilônio que achava que era humano...

Quando chega a sua vez, um jogador compra cartas de perícias, move sua personagem e executa uma ação (quer uma ação peculiar ao local onde se encontra ou uma concedida por uma carta. Após isso, vem o momento crucial do jogo — a resolução das Crises. Há um maço de cartas de Crise, equivalentes às cartas negras do Shadows Over Camelot, que representam os desafios enfrentados pelos humanos; escassez de água, por exemplo, ou um ataque terrorista. Freqüentemente, uma carta de Crise exige que se realize uma verificação de perícias — e é aí que entram as cartas de perícias compradas pelos jogadores no início de sua jogada. Conforme à crise sorteada, algumas cartas terão valor positivo (e ajudarão a resolver com sucesso a crise) e outras terão valor negativo (com o efeito oposto). Como as cartas que cada jogador coloca na resolução das crises são fechadas, cria-se a possibilidade de os cilônios infiltrados jogarem cartas negativas (ajudados pelo fato que duas cartas aleatórias também são jogadas em cada crise).

O principal efeito das crises é reduzir os valores dos recursos essenciais aos humanos. Estes recursos — combustível, população, comida e moral — vão progressivamente sendo reduzidos ao longo do jogo e, se algum deles chegar a zero, os humanos perdem o jogo. Os humanos também perdem se a Galactica for abordada com sucesso pelos cilônios, ou se ela for destruída em combate. Para vencer o jogo, os humanos precisam chegar a Kobol, realizando hipersaltos — que às vezes podem resultar em perdas de população.

BSG é fundamentalmente um jogo de administração de crises. Por outro lado, a paranóia induzida pela presença dos cilônios infiltrados acrescenta uma dimensão toda própria ao jogo, criando um estado de tensão permanente. Como todos os jogadores participam em todas as jogadas, os traidores conseguem potencialmente ter um efeito muito maior do que em outros jogos semi-cooperativos onde eles só atuam em suas próprias jogadas. Além disso, pelos mecanismos do jogo, um traidor revelado torna-se ligeiramente menos poderoso, o que incentiva os cilônios a permanecerem infiltrados em segredo.

A fidelidade ao tema é um ponto forte do jogo. Apreciadores da série (meu caso) sentem-se realmente envolvidos nos acontecimentos que vivenciaram na TV; mas, em minha experiência, mesmo jogadores não familiarizados com a série "entram no clima" de paranóia e desconfiança engendrado pelo jogo. Os componentes são de primeira linha, mesmo com miniaturas plásticas das naves de combate.

BSG é um jogo muito difícil para os jogadores humanos; não pelas regras, que não são particularmente difíceis, mas porque é muito fácil para os cilônios vencerem. Joguei 4 partidas e nas 4 os humanos perderam. Segundo o que tenho lido sobre o jogo, a média é de 80% das partidas serem vencidas pelos cilônios. Isso naturalmente aumenta o desafio de se jogar com os humanos; como Pandemic, fica-se com a sensação de "se tivéssemos feito isso ou aquilo, teríamos vencido". Para quem gosta de jogos cooperativos, BSG é um jogo essencial.

Previous Post Next Post


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License, except where otherwise noted.