Assombrado

Os beijos que assombram e marcam.

  • Há um beijo que me assombra
  • O beijo que nunca dei
  • Marca a mente, pulsa em sonhos
  • Por vezes é desespero
  • Quase sempre, é delícia
  • Imaginada, sim, mas
  • Nem por isso menos mel
  • Outros beijos me assomam
  • Os que dei e recebi
  • Lábios, língua, dentes lembram
  • Outros úmidos arquejos
  • Pela boca vai minh’alma
O Quartel-Mestre
O Quartel-Mestre
polímata
filomático
pesquisador
escritor

LUIZ CLÁUDIO, o Quartel-Mestre, the Rules Lawyer, conversa e escreve sobre jogadores e jogos de todos os tipos, sobre ludologia, narrativas, poesia, e mais.