Os beijos

A intimidade e a força dos beijos.

  • Há beijos que ferem,
  • lancetam e curam
  • inchaços escuros
  • deixados por olhos
  • gelados, silentes,
  • promessas em vão.
  • Há beijos de amor
  • amargo, cansado
  • não ferem nem curam
  • e sim continuam
  • emprestam calor
  • que já não aquece
  • lembranças e mãos.
  • Amigos, não beijo
  • (amigas, desejo!)
  • faria sem pejo
  • mas nestes brasis
  • tais beijos são vis
  • então me contento
  • amigos eu beijo
  • com alma, intento.
  • Meus filhos são beijos
  • assim eu os vejo
  • no peito a dor
  • orgulho, saudade.
  • Amores e beijos
  • Tão fácil amar
  • Gostoso beijar
  • Sorrisos gentis
  • Amassos febris
  • Beijando, criar
  • Tocar e mostrar
  • Provar e sorver
  • Mas não prometer
  • (Melhor é fazer!)
  • Promessas deixar
  • O vento levar
  • E beijar o mar.
O Quartel-Mestre
O Quartel-Mestre
polímata
filomático
pesquisador
escritor

LUIZ CLÁUDIO, o Quartel-Mestre, the Rules Lawyer, conversa e escreve sobre jogadores e jogos de todos os tipos, sobre ludologia, narrativas, poesia, e mais.