Pétalas

Publicado em 23/06/2021 | Series: poesia | haibun, pedras



Augusto dos Anjos falou da mão que afaga e apedreja. Pedras marcam e ferem – afagos também! Tatuagens perfumadas, sabor aveludado, seda brilhante. Pedras como lágrimas na chuva.

  • Carícias suaves
  • Breves toques, cicatrizes
  • Pétalas no dreno

Pétalas em um dreno.


Autor

Luiz Cláudio Silveira Duarte

Luiz Cláudio Silveira Duarte

Jogador inveterado, pesquisador de jogos, leitor voraz, polímata. Seus interesses de pesquisa são as regras dos jogos e as relações dos jogadores com as regras. Há muito mais, mas assim está bom para começar.