A estrada das flores

Publicado em 18/06/2021 | Series: poesia | ikebana, flores, presentes, haibun



Crisântemos e cerejeira. O caminho das flores. Gesto perfumado, visão que toca. Chave para abrir uma porta hoje fechada, mas nunca trancada. Passo a soleira, descortino o mundo, sinto o calor e a luz; tomo a estrada, a única estrada.

  • Ágape, sorriso
  • Delícia, olhos, carinho
  • Eros no jardim

Arranjo de ikebana


Autor

Luiz Cláudio Silveira Duarte

Luiz Cláudio Silveira Duarte

Jogador inveterado, pesquisador de jogos, leitor voraz, polímata. Seus interesses de pesquisa são as regras dos jogos e as relações dos jogadores com as regras. Há muito mais, mas assim está bom para começar.