Criando jogadores e jogos

Publicado em 15/06/2021

Assine o podcast para ser informado de novos episódios:

O que significa “entrar no jogo”? O que significa entrar no Círculo Mágico?

Um ato voluntário transforma uma pessoa em um jogador, e cria o jogo, que até então era apenas um potencial.

Criar o jogo inclui criar as suas regras; com isso, cria-se ao mesmo tempo um sistema normativo e uma estrutura de poder. Esta estrutura de poder é que define aquelas pessoas como seus sujeitos – ou “jogadores” – , e é a ela que estas pessoas se submetem.

Este é o mesmo funcionamento de qualquer outra estrutura de poder; mais uma vez, os jogos funcionam como um microcosmo, como uma simulação de sistemas maiores, como aqueles dos quais participamos todos os dias.

A página de recomendações de livros traz links para os livros mencionados no podcast: Homo ludens, de Johan Huizinga; e Michel Foucault: Uma Trajetória Filosófica, de Hubert Dreyfus e Paul Rabinow, que inclui o texto “O Sujeito e o Poder”, de Michel Foucault.


Apresentação

Luiz Cláudio Silveira Duarte

Luiz Cláudio Silveira Duarte

Jogador inveterado, pesquisador de jogos, leitor voraz, polímata. Seus interesses de pesquisa são as regras dos jogos e as relações dos jogadores com as regras. Há muito mais, mas assim está bom para começar.