Plano Nacional de Educação

Mudando as regras do jogo no meio da partida.

A ideia de haver um Plano Nacional para a Educação é a de haver uma estratégia geral, transcendendo governos: é um plano, tem objetivos, é nacional e não de um governo específico, qualquer que seja ele.

É certo que a situação desastrosa na Educação não foi criada pelo governo Bolsonaro, embora este esteja empenhado em piorá-la. Como eu já disse aqui, a catástrofe vem de décadas. Hoje, paradoxalmente, a sociedade de forma geral tem grande desprezo pela Educação e grande apreço pelos diplomas.

A reportagem da BBC Brasil menciona que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, citou o PNE em sua audiência recente na Câmara dos Deputados, falando da necessidade de que o plano volte a ser debatido e que os investimentos tenham foco nas etapas iniciais da educação, consideradas prioritárias pelo governo.

Em outras palavras: o ministro Weintraub quer um novo PNE, com metas que fiquem para um governo futuro, e cujas metas intermediárias sejam as que ele quer alcançar.

É fácil ganhar o jogo quando se mudam as regras dele no meio da partida.

É fácil… mas é o recurso dos canalhas.

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-48439963

O Quartel-Mestre
O Quartel-Mestre
polímata
filomático
pesquisador
escritor

LUIZ CLÁUDIO, o Quartel-Mestre, the Rules Lawyer, conversa e escreve sobre jogadores e jogos de todos os tipos, sobre ludologia, narrativas, poesia, e mais.

Próximo
Anterior