2017-02-09

FB image

O Facebook tem formas honestas e desonestas de financiar os serviços que oferece gratuitamente . Uma das formas menos desonestas é a inserção de propagandas nas páginas; claro que elas são inseridas de forma a parecerem ser textos de amigos ou de grupos nos quais estamos interessados.

A foto abaixo é de uma destas propagandas. Não faço ideia de qual é a firma anunciante. Já começamos mal, pois ela usa um logo que plagia o logo da Apple, e usa o nome fantasia Macsoftware; a combinação das duas manobras certamente permite a desavisados suporem que é a própria Apple a originária da propaganda — e o texto da propaganda sugere que é um texto postado no Facebook, e que o incauto que nele clicar lerá o restante do texto.

Mas um detalhe mais sutil mostra que a patifaria vai ainda mais além. É claro que a foto da moça não está lá para mostrar o computador no qual ela trabalha… mas este computador não é um dos notebooks da Apple, como se pode ver pela sua carcaça.

Obrigado, Facebook, por nos brindar com uma propaganda sem deixar claro que o é, e especialmente por permitir a propaganda de uma empresa que não aparenta qualquer honestidade.

O Quartel-Mestre
O Quartel-Mestre
polímata
filomático
pesquisador
escritor

LUIZ CLÁUDIO, o Quartel-Mestre, the Rules Lawyer, conversa e escreve sobre jogadores e jogos de todos os tipos, sobre ludologia, narrativas, poesia, e mais.

Próximo
Anterior