2016-04-16

O mecanismo de compartilhamento do Facebook não permite compartilhar diretamente um texto que comenta um link. Assim, copio abaixo um texto de Washington Fajardo, que conheci por intermédio da Cora Rónai, sobre o discurso não irradiado da presidenta Dilma.

Mais medo, mais terror, mais vitimização. Ou seja, ela não tem responsabilidade nenhuma. Por nada. Por não saber governar. Esqueceu até que fez o diabo pra ganhar a eleição . Esse foi o pacto dela. Foi ela que escolheu o vice. Fez campanha com ele. Andavam juntos. Foi ela que criou inúmeros ministérios. Foi ela que criou o Minha Casa Minha Vida que é a pior política habitacional da história do país, segregando pobres, negros e juventude às distantes periferias urbanas, fazendo com que esta população gaste horas de vida no transporte público que nenhum PAC conseguiu entregar melhorias. Foi ela que usou o BNDES para criar uma nova elite, acima da lei, de empresários campeões nacionais . Por favor, não venha falar em golpe agora. Deixe a democracia agir: domingo pode confirmá-la como presidente, ou afastá-la. Esse recall poderia ter sido entendido como uma oportunidade de remontar o governo mas foi equivocadamente tratado como golpe, com ameaças e medo, semeando intolerância. Poderia ter reunido a nação bastando fazer algo que ela nunca fez: assumir que errou, pedir desculpas e se repactuar com uma agenda progressista e inovadora que era esperada dela. Mas não, preferiu a agenda medíocre, ideológica, fisiológica e atrasada da esquerda carcomida revolucionária. Ainda está nos anos 60, ainda está presa pela tirania infelizmente. Ainda está marcada pelo passado. Não se libertou e não enxergou as belezas do Brasil do século XXI. Não entendeu nada do que se passou em 2013. Não entendeu como ganhou em 2014. Não entendeu que governo montar em 2015. Não entendeu 2016. Sabemos que a senhora não roubou dinheiros para si. Roubou foi nossa esperança na sua liderança. É por isso que estás sendo re-avaliada.

O Quartel-Mestre
O Quartel-Mestre
polímata
filomático
pesquisador
escritor

LUIZ CLÁUDIO, o Quartel-Mestre, the Rules Lawyer, conversa e escreve sobre jogadores e jogos de todos os tipos, sobre ludologia, narrativas, poesia, e mais.

Próximo
Anterior