Ferrovias e dinheiro

Apresentando a série de jogos 18xx

Jogo com temática ligada a ferrovias não são novidade. Ticket to Ride, Age of Steam, Railroad Tycoon são alguns dos mais conhecidos entre os modernos jogos de autor e cujo tema são ferrovias e seu funcionamento. Mas a série 18xx é possivelmente a série mais interessante de jogos sobre ferrovias.

O nome da série deriva da grande maioria de seus títulos, que são os números de anos do século XIX que foram relevantes para o desenvolvimento das ferrovias — por exemplo, 1829 ou 1856.

O primeiro jogo da série foi 1829, criado por Francis Tresham em 1974. 1829 trazia um mapa da Inglaterra no qual as companhias ferroviárias podiam criar rotas, interligando cidades e procurando aumentar o valor de suas ações. O jogo conheceu um sucesso moderado e chamou a atenção da Avalon Hill, que em 1986 lançou o 1830, ainda considerado por muitos como o melhor da série. Ao contrário de seu predecessor, 1830 trazia um mercado de ações muito mais rico em decisões e opções de jogo. Em conjunto, estes dois jogos criaram a série, e também deram origem a suas duas principais vertentes, a dos “engenheiros” (1829) e a dos “financistas” (1830).

Nos anos que se seguiram, muitos outros jogos foram desenvolvidos usando os mecanismos básicos desenvolvidos por Tresham. Alguns (1856, por exemplo) foram publicados comercialmente, ao passo que outros tiveram uma distribuição quase artesanal (1841, por exemplo).

Algumas características são comuns a quase todos os jogos da série. Primeiro, existe uma diferenciação entre os jogadores e as companhias que eles controlam. Tipicamente, durante as rodadas de capitais os jogadores agem em seu próprio nome, ao passo que nas rodadas de operações os jogadores agem em nome das companhias. Mas, como normalmente as condições de vitória giram em torno do dinheiro pessoal, quando presidem as companhias ferroviárias os jogadores procuram maximizar seu lucro pessoal e não o bem-estar da empresa…

Outra característica é a obsolescência programada dos trens. Efetivamente, os trens vão sendo substituídos por trens mais modernos, mas isso tem um custo para as companhias… que pode vir a afetar o bolso de seus presidentes, para detrimento deles. A manipulação da obsolescência dos trens é um componente fundamental da estratégia geral dos jogos da série.

Os jogos da série 18xx são quase que absolutamente determinísticos, raramente empregando a sorte. Na maior parte deles, o único sorteio é o das posições dos jogadores ao redor da mesa; todo o resto do jogo é independente de sorte, de forma que, se em outra partida os jogadores repetirem as mesmas decisões, o resultado será o mesmo.

Isto posto, existe uma grande variedade de jogos dentro da série. Pequenas mudanças podem produzir jogos radicalmente diferentes — por exemplo, se as companhias podem adquirir ações de outras companhias ou não, ou se existe uma nacionalização das ferrovias, e assim por diante. Assim, é raro que um jogo seja muito parecido com outro.

Para iniciantes na série, podem-se recomendar alguns dos jogos disponíveis no mercado ou na Internet. Assim, por exemplo, os arquivos dos jogos 18AL e 18GA podem ser encontrados na Internet, e podem assim ser produzidos por qualquer interessado. Deve sair ainda em 2011 a nova edição do 1830, pela Mayfair; a mesma empresa publica ainda o 1856 e outros jogos da série.

Cabe um aviso, entretanto: tipicamente, estes são jogos demorados. Dependendo do jogo, uma partida pode levar de quatro a oito horas. Mas posso garantir que são uma experiência lúdica notável.

O Quartel-Mestre
O Quartel-Mestre
polímata
filomático
pesquisador
escritor

LUIZ CLÁUDIO, o Quartel-Mestre, the Rules Lawyer, conversa e escreve sobre jogadores e jogos de todos os tipos, sobre ludologia, narrativas, poesia, e mais.

Próximo
Anterior