Pax Romana

Hoje tivemos a oportunidade de estrear um jogo que eu já comprara há um bom tempo, o Pax Romana. Jogamos a quatro: Breno (Cartago), José Theodoro (Grécia), Rafael (Síria) e eu mesmo (Roma). Infelizmente a partida foi muito demorada (5 horas para jogarmos dois turnos), e decidimos encerrá-la em um momento em que Rafael levava clara vantagem, depois de massacrar a Grécia.

Ainda antes de começarmos, enquanto esperávamos Theodoro chegar, conhecemos um jogo muito interessante, King of Siam, que Breno trouxe. E, depois do Pax Romana, Theodoro saiu e nós jogamo suma partida de Agricola, que Rafael ganhou.

O Quartel-Mestre
O Quartel-Mestre
polímata
filomático
pesquisador
escritor

LUIZ CLÁUDIO, o Quartel-Mestre, the Rules Lawyer, conversa e escreve sobre jogadores e jogos de todos os tipos, sobre ludologia, narrativas, poesia, e mais.

Próximo
Anterior