Meu amigo Fàbio Tola postou ontem na lista BG-BR uma mensagem mencionando uma pesquisa anual baseada nos jogos jogados pelo menos cinco e dez vezes durante um ano. Como 2007 foi o primeiro ano em que marquei todas as minhas partidas (graças ao Boardgamegeek), estou em condições de montar a minha própria lista five-and-dime para 2007. Vou começar pelos jogados cinco vezes…

  1. *Mistery of the Abbey* (5). Um jogo de dedução bem simples, uma espécie de *Detetive* (*Clue*) turbinado. Não gosto muito dele, mas faz um certo sucesso com jogadores iniciantes.
  2. *Louis XIV* (5). Um jogo de controle de área muito interessante, mas raramente acho outros três interessados em jogá-lo. Das cinco partidas jogadas, acho que três foram com apenas dois jogadores, o que não revela todo o potencial deste jogo.
  3. *Imperial* (5). Jogo muito bom, obviamente inspirado no *Diplomacy*, mas com um forte componente econômico que domina o jogo. Um jogo mais pesado, adequado para grupos de *gamers* inveterados.
  4. *Niagara* (7). Um jogo leve e divertido, jogado freqüentemente com pessoas que estão começando a conhecer os jogos mais modernos.
  5. *Goa* (7). Bom jogo econômico, um dos preferidos de minha irmã Luciane (minha parceira constante de jogos).
  6. *Second Front* (9). Um dos melhores *wargames* em minha coleção, mas o seu grande tamanho faz com que seja difícil encontrar parceiros interessados em jogá-lo. Estas 9 partidas foram todas jogadas no início do ano, mas os meus confrades logo se desinteressaram dele. Pena.
E agora os jogados pelo menos 10 vezes:
  1. *Twilight Struggle* (10). Excelente jogo sobre a Guerra Fria. Tive a sorte de encontrar um parceiro entusiasmado com ele (meu confrade Marcelo), o que rendeu as 10 partidas dele.
  2. *Ticket to Ride* (10). Outro excelente jogo para jogadores iniciantes e um dos jogos preferidos por minha esposa (Lìdia). Meu único problema com ele é o tamanho pequeno das cartas; agora que ganhei o *Ticket to Ride: USA 1910*, que traz cartas grandes para o TtR original, este problema foi resolvido.
  3. *Fury of Dracula* (11). Muito bom jogo semi-cooperativo, gosto de jogar tanto com o Drácula quanto com os caçadores. Pena que várias destas partidas foram com apenas dois jogadores. Como Lídia não gosta dele, é um tanto difícil encontrar chance de jogá-lo.
  4. *Conquest of the Empire* (12). Das doze partidas jogadas, cinco ou seis devem ter sido com as regras originais (CotE I), que resultam em um jogo muito limitado. Depois que passamos a jogar com as regras mais modernas (CotE II), achamos um jogo excelente, que agradou em cheio à Confraria.
  5. *Caylus* (12). Um dos meus jogos preferidos, excelente jogo de gerenciamento de recursos. Mas é um jogo pesado.
  6. *Betrayal at House on the Hill* (13). Um dos jogos preferidos por minha família, presença constante em nossas *Open Houses Lúdicas*. Minha grande queixa é que algumas assombrações têm saído com grande freqüência para nós --- não agüento mais enfrentar os tentáculos, por exemplo.
  7. *Werewolves of Miller's Hollow* (14). Uma constante nas *Open Houses*, quando há jogadores suficientes para jogá-lo. Muito divertido e, como diz meu amigo Breno, um exercício em fascismo aplicado.
  8. *Ticket to Ride: Europe* (16). Uma evolução do *Ticket to Ride*, sob alguns aspectos superior ao original.
  9. *Traders of Genoa* (18). Gosto muito deste jogo de comércio e foi um dos jogos de que minha sogra mais gostou também.
  10. *Railroad Tycoon* (19). Excelente jogo ferroviário, que tem agradado a todos com quem o joguei. Minha família gosta muito dele e meus confrades também. Minha ambição agora é experimentar o *Age of Steam* e ver se faz sucesso também.
  11. *Ubongo* (26). Um jogo abstrato, simples, surpreendentemente viciante. Faz sucesso com jogadores iniciantes.
  12. *Shadows Over Camelot* (33). Um de meus jogos preferidos, excelente jogo cooperativo. Pena que raramente consigamos jogá-lo com o traidor, já que freqüentemente temos jogadores iniciantes à mesa. Mas, nas vezes em que jogamos com o traidor, foram partidas memoráveis.
  13. *No Thanks!* (52). Um *filler* dos mais simples, mas tranqüilamente o jogo preferido de minha sogra. Como todo bom *filler*, muito jogado enquanto esperamos alguma outra partida acabar.

Autor

Luiz Cláudio Silveira Duarte

Luiz Cláudio Silveira Duarte

Jogador inveterado, pesquisador de jogos, leitor voraz, polímata. Seus interesses de pesquisa são as regras dos jogos e as relações dos jogadores com as regras. Há muito mais, mas assim está bom para começar.